Casegas destaca-se pela agricultura, floresta e pecuária

Situada a trinta quilómetros da Covilhã, a aldeia de Casegas foi uma freguesia do seu Concelho de Covilhã, com 41,16 km² de área e 425 habitantes (2011).

A sua designação toponímica conta com diversas opiniões, as quais, aliás, se têm mantido até hoje. A proveniência de Casa Egas, em que talvez algum indivíduo que tenha por lá passado teve uma grande importância, constitui eventualmente a hipótese mais plausível.

O sector primário, onde se destaca a agricultura, a exploração florestal assim como a pecuária, é dominante. A panificação, a serralharia civil, a construção civil e os lagares de azeite constituem igualmente uma forte pedra basilar na economia da freguesia.

Outra das curiosidades acerca da aldeia de Casegas consiste no facto desta aparecer no primeiro mapa de Portugal conhecido e elaborado em 1561 por Fernando Alvares Seco, no qual aparece “Caregas”. Na obra “O Mais Antigo Mapa de Portugal”, de Amorim Girão, Joaquim da Silveira e outros autores, esta região do concelho é igualmente descrita, sendo clara menção a Casegas.

Património

  • Capela das Almas
  • Capela do anjo da Guarda
  • 1ª Casa de Casegas “Abrasonada”
  • Igreja Paroquial
  • Ponte de Origem Romana
  • Forno Comunitário
  • Lagar de Azeite
  • Moinhos Tradicionais
  • Museu de arte sacra
  • Piscinas naturais ao longo da ribeira

fontes: [1],[2]

Partilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *